26 de set de 2008

A História das Coisas


A historia das coisas - Parte 1


A historia das coisas - Parte 2


A historia das coisas - Parte 3


7 de set de 2008

Lembranças do CONOI

Mensagem veiculada no Grupo "200 anos do BB"



Nos antigos Cedip, além do núcleo de desenvolvimento de sistemas (SISTE) e de suporte ao processamento (SUPRO), havia o núcleo de consultoria e implantação de sistemas, sob a sigla Conoi.
Existem muitas histórias não escritas sobre analistas de Conoi. Essas figuras folclóricas foram protagonistas de situações inusitadas, muitas delas hilárias. O cargo oficial era "Analista de OS&M", sendo que os primeiros originaram-se nos antigos implantadores da URI, os quais, por sua vez, eram comparados aos famigerados inspetores. (destaque meu ..)
Cinco deles bebiam um choppinho em algum bar da orla baiana. Falavam amenidades, depois do expediente tenso daquela quinta-feira: Vinicius, Itaparica, Jorge Amado, Itapoã, crônicas do João Ubaldo Ribeiro, coisas assim, final de semana se aproximando.
Quebrando a monotonia e o propósito de relaxar, alguém lembrou-se do encontro anterior, dois anos antes, no Cedip Recife. Riam muito, lembrando dos erros passados, das falhas do projeto agora já sanadas, das dificuldades enfrentadas com firmeza – e superadas com maestria. De repente, um deles lembrou-se do colega mais animado daquela dedicada equipe, o mais ativo, articulador e incentivador. Como era mesmo o nome dele?

- Tenho certeza que começa com "agá", acho que é nome bíblico.
- Helio?

- Haroldo?

- Hildebrando?

-Não... Começa com "agá", mas não é nenhum desses! Vieram à memória as cabeçadas, o GOSM intransigente, as horas a mais investidas naquele projeto que, convenceram-se ou foram convencidos, era de vital importância para o Banco. Pediram mias uma rodada, desta vez chopp claro, pois o escuro estava meio adocidado.

- Sem colarinho, por favor!
 
- Será que é Hamilton? Sei que existe Amilton com "agá"!
 
- Talvez Heliomar? Ou então, Homero?

- Hermógenes?
 
- Hilário?
 
- Hudson?
 
- Não, definitivamente, não. Começa com "agá", mas... Já sei! Lembrei! O chopp suspenso no ar contribuiu para o suspense da revelação. Enfim, estava elucidado o mistério; aquele bravo analista lembrou o nome do integrante do trabalho anterior que começava com "agá".
 
Levantou-se, respirou fundo e anunciou, solenemente:
 
- O nome dele é Agamenon! Entre lágrimas e risos, pediram a "saideira", em homenagem ao grande comediante.

Autor - Pedro Veonir Bonotto